A viagem quente
Estou com saudades de você. Com essa viagem repentina, esse curto período de afastamento aumentou minha libido, nossa relação já vinha sofrendo altos e baixos e de repente essa sua ausência me deixa com um vazio dentro do peito.

Crio expectativas em nossa relação. A fantasia é um poderoso afrodisíaco e a distância ajuda a relembrar os bons momentos e estreita sua ausência. No fundo, sinto medo de perder você e afasto a rotina até de meus pensamentos; sigo lembrando os momentos quentes e sozinha devaneio com suas mãos fortes me estimulando, me tocando por sobre a roupa, apalpando meu sexo. Sempre tento prolongar ao máximo esse momento, me concentrando no prazer que nos proporcionamos; me masturbo simulando as posições que mais gostamos de fazer amor, e me toco em pé, ajoelhada, sentada. Acordando meu corpo para receber o seu, recordo seus dedos abrindo caminho em meu ser e entro em combustão, reagindo a cada toque que faço em mim, pensando em ti.

Meu corpo se ergue e eu me sinto flutuar em uma estrela de êxtase distribuindo brilho para todos os lados. O perfume do gozo alcança meu olfato a cada inspiração. Adormeço após o clímax, quando sonho com você sei que tenho talento para viver grandes amores, encantamentos e sede de viver. Acordo sentindo suas mãos em minhas coxas ainda molhadas do gozo, sinto seu volume entre minha pernas e seu hálito quente em meu pescoço. Da garganta ouço sons profundos e guturais, minha mão se mexe buscando seu membro rijo, servilmente me abro pra servi-lo, sinto o calor de seu membro buscando uma vez mais desvendar meus mistérios. Você me penetra macio e a fundo, me golpeando ternamente. Os espasmos eletrificam minha alma, me fazendo arquear – quanto mais intimidade, maior as sensações sentidas. Não é sonho, é real. Você e eu unidos indo juntos para outra galáxia uma vez mais.