A obra relata de forma leve e instrutiva ,como se dá a mudança corporal na puberbade, esclarecendo possíveis questionamentos sobre a menarca, higiene durante o periodo menstrual, primeira visita ao ginecologista e ainda sobre o efeito negativo da prática do bullying no ambiente escolar, até como age o abusador. Orienta quanto às formas de prevenção ao abuso sexual, à violência doméstica, e também como defender-se a quem recorrer. Repassa cuidados e prevenção sobre as doenças e os malefícios das drogas. Orienta os familiares, para que haja um diálogo franco e aberto, evitando que o adolecente busque nas esquinas, becos, ou ruas por respostas erradas às dúvidas tão pertinentes a esta bela fase. Esta obra é indicada para ser lida em escolas, comunidades, centros de apoio social e, é claro, no aconchego do lar. Nela constam dados de pesquisa nacional de fácil leitura, servindo para elaboração de relatórios escolares e debate entre os educandos. Afirmamos que segundo a OMS ( Organização Mundial da Saúde) a orientação sexual escolar não induz o jovem a iniciar prática sexual e sim protela seu inicio.